Alenquer: um concelho que está a crescer

VILAPR~1

Alenquer, vem ao longo dos últimos anos construindo o seu caminho, e afirmando-se como uma das mais belas vilas de Portugal, contendo inúmeras surpresas para todos aqueles que a visitam pela primeira vez. Rica em cenários históricos, aqui se escreveram algumas páginas da História de Portugal, e essa herança está espelhada a cada esquina no seu edificado.

“Alenquer, Presépio de Portugal”

Alenquer mantém ainda o seu cognome de “Alenquer, Presépio de Portugal”, com todo o romance ao seu redor, criação de S. Francisco de Assis e chegado a Portugal pela mão dos Irmãos Franciscanos, o Presépio torna-se um marco histórico de Alenquer a partir de 1968, com as suas figuras de 6m  de altura montadas na encosta da vila virada ao rio.

tra3_3

“Pintar e Cantar os Reis” é uma tradição que, passando de geração em geração, ainda hoje se mantém fiel aos seus princípios e regras muito característicos, mas que variam por entre as freguesias onde esta tradição se pratica.

_DSC8103-Edit

Uma outra aposta que foi reavivada da tradição foi as Festas do Divino Espírito Santo, sob o mote de Alenquer, Terra do Espírito Santo. É de salientar que as Festas do Império do Divino Espírito Santo foram instituídas em Alenquer pela Rainha Santa Isabel e seu marido, o rei D. Dinis, em 1321.

Alenquer é Terra da Vinha e do Vinho. Relativamente a esta matéria também se fez história, dado que existem quintas seculares, igrejas, basílicas e conventos, ancestrais costumes, montanha e várzea e paisagem vinhateira única, na qual se produz o melhor vinho do mundo desde o período da ocupação romana.

vinhas 037

Este vinho, hoje com expressão mundial, é arte tangível, servida à mesa por quem melhor sabe receber, os alenquerenses. Por isto, e pelo facto de termos o nosso território ocupado com algumas das melhores casas de vinho de Portugal no mundo.

IMG_8761

Em Setembro (entre os dias 21 e 24) irá decorrer um programa festivo, Alma do Vinho, que gira ao redor do vinho. Neste programa há lugar para a literatura, para a música, para as provas de vinho, para as inovadoras wine runs, para os concursos de vinhos e muito mais. Estão as ser preparadas muitas surpresas para o grande evento: Alma do Vinho. Compareça!

Vila Presépio_2104#Presépio_Nocturno

Informação/Fotos: CMA

Cabo Carvoeiro (Peniche): um local deslumbrante

IMG_8650

O Cabo Carvoeiro, localizado no concelho de Peniche, atrai cada vez mais a atenção dos portugueses e dos estrangeiros. É impossível visitar a Capital da Onda sem passar pelo Cabo Carvoeiro, um local munido de um grande valor patrimonial e ambiental.

IMG_8620

Para além da grande variedade de falésias calcárias, os visitantes têm oportunidade para deslumbrar o arquipélago da Berlenga. Toda a paisagem visível a partir do Cabo Carvoeiro é divinal, sendo permanentemente o local escolhido para a realização de imensas fotografias individuais e em grupo que têm como objetivo guardar na memória a ímpar beleza do Cabo Carvoeiro.

Bem no centro do Cabo Carvoeiro está situado o Farol do Cabo Carvoeiro, com 27 metros de altura, que começou a funcionar em 1790 – através de alvará pombalino de fevereiro de 1758. Foi através deste mesmo alvará que foi criado o Serviço de faróis de Portugal.

IMG_8638

A luz de alcance do Farol do Cabo Carvoeiro é de 15 milhas náuticas. Neste momento, encontra-se a funcionar a estação DGPS do Carvoeiro que foi inaugurada há cerca de 15 anos.

IMG_8647

O Farol do Cabo Carvoeiro é constituído por uma torre quadrangular, em alvenaria, estando localizado a 57 metros acima do nível do mar.

Para quem esteja interessado em visitar o Farol do Cabo Carvoeiro saiba que o poderá fazer – de forma gratuita -, segundo a Autoridade Marítima Nacional, todas as quartas-feiras, quer no período de inverno como no verão, variando apenas o horário, dado que no inverno as visitas ocorrem entre as 13h30m e as 16h30m. No verão, o horário disponível varia entre as 14h00 e as 17h00. As respetivas visitas são acompanhadas por  faroleiros.

IMG_8653

Para além dos turistas, muitos são os pescadores que se dirigem ao Cabo Carvoeiro para usufruir de uma bela pescaria.

Naquele que é um dos cabos mais antigos de Portugal, é possível deslumbrar a paisagem, observar a grande rocha que é designada por “Nau dos Corvos” (frequentada por diversas aves marinhas), visitar o respetivo Farol do Cabo Carvoeiro e, por fim, deliciar-se com uma bela refeição que pode ser tomada no Restaurante Nau dos Corvos.

IMG_8621

É caso para dizer: Conheça o Cabo Carvoeiro e delicie-se!!

Nazaré: um concelho com vida e com futuro!

IMG_1482

A Nazaré, vila de pescadores, fascina pela forma de receber, pelo casario branco, pelo traje tradicional, reflexo de aspetos culturais locais, e pela sua paisagem marítima inigualável.

A Nazaré mantém-se como um dos destinos turísticos preferidos de portugueses e estrangeiros, e como um dos locais mais fotografados do país. Acompanhou o tempo, modernizando-se, mas manteve muitas das suas tradições.

Peixe seco: uma tradição inigualável

A tradição de secar o pescado em excesso na Nazaré é antiga e terá surgido com a necessidade de conservar o peixe para os dias de escassez.

IMG_8515

A atividade realiza-se diariamente por um grupo de peixeiras a Nazaré, no estendal, localizado na praia, ao sul. Tradicionalmente, assegurava o sustento das famílias quando o peixe escasseava, mas também permitia conservá-lo para ser vendido nos mercados da região, o que ainda hoje acontece.

Sítio da Nazaré: história e natureza deslumbrante

O interesse histórico-religioso e a beleza natural do Sítio da Nazaré são absolutamente divinais. Este local, munido de uma beleza incomparável, constitui um dos pontos mais atrativos da vila piscatória, dado que proporciona uma perspetiva inesquecível da costa atlântica.

IMG_8513

Para usufruir desta maravilha basta efetuar uma pequena viagem de carro até ao local ou então através de uma subida realizada através do centenário ascensor. Este é um local muito visitado por peregrinos, pelo Santuário Mariano de N. S. Nazaré, mas também pela Praia do Norte, famosa pelas suas ondas gigantes, e onde se localiza o Forte de S. Miguel Arcanjo, do século XVII, onde está instalado o farol.

Garrett MacNamara e Nazaré: a união perfeita

 Durante os últimos anos ocorreu uma mudança de paradigma na Nazaré. A tradicional vila piscatória passou a estar “nas bocas do mundo” devido ao facto de Garrett McNamara ter surfado, no dia 1 de novembro de 2011, a maior onda surfada, com 23,77m.

IMG_1429

Este feito foi tido como histórico e, por conseguinte, a Nazaré entrou para o Livro do Guinness, passando a deter o recorde do mundo da maior onda surfada. Desde estão, a Praia do Norte tem sido alvo de grandes rumarias.

IMG_1480

Hoje, a Praia do Norte é reconhecida por todos como um dos principais palcos de desportos aquáticos à escala planetária, dado que se encontra sob a influência do fenómeno do “Canhão da Nazaré”.

IMG_8510

O “Canhão da Nazaré” resulta de um acidente geomorfológico raro, o maior da Europa e um dos maiores do mundo. Trata-se de um verdadeiro playround para os amantes dos desportos de ondas.

IMG_1478

Buddha Eden: Oeste tem maior “Jardim da Paz” da Europa

Grandes_budas

Junte a família e aproveite as férias para conhecer o Buddha Eden, o maior jardim oriental da Europa. Devido às suas características também é sobejamente conhecido como o “Jardim da Paz”.

O Buddha Eden, situado na Quinta dos Loridos, no Bombarral, é um local único e deslumbrante. A paz e a tranquilidade reinam e todos os seus visitantes podem usufruir de uma exposição magnífica repleta de obras com elevado valor e significado. Desde logo, é de destacar a existência de budas, pagodes, estátuas de soldados de terracota e as várias esculturas que estão colocadas entre a vegetação.

IMG_1111

Na escadaria central estão localizados os Buddha dourados cuja principal função é dar as boas-vindas aos visitantes.

bacalhoa-buddha-eden

O “Jardim da Paz”, que tem cerca de 40 hectares, foi criado em protesto contra destruição dos Budas Gigantes de Bamyan, naquele que foi um dos maiores actos de barbárie cultural, apagando da memória obras-primas do período tardio da Arte de Gandhara.

IMG_1011

O jardim de Escultura Moderna e Contemporânea, que está integrado no Buddha Eden, proporciona um espaço tranquilo na natureza para apreciar arte moderna. Peças selecionadas da Coleção Berardo, como por exemplo de Joana Vasconcelos, Alexander Calder, Fernando Botero, Tony Cragg, Lynn Chadwick, Allen Jones, entre outros.

IMG_0996

Bem na parte central também está localizado um grande lago, onde é possível observar os peixes KOI e dragões esculpidos que se erguem da água.

Para além de ter a oportunidade de conhecer o “Jardim da Paz” através de um passeio pedestre também o poderá fazer através de uma breve viagem de comboio turístico. A experiência é deveras interessante e a beleza do espaço é inquestionável.

IMG_0979

Antes de terminar a visita do maior jardim oriental da Europa aproveite ainda a oportunidade para conhecer o restaurante e a loja de vinhos, onde através de marcação de reserva poderá desfrutar de uma prova de vinhos que ocorrerá na adega antiga no jardim ou na própria loja…

O Buddha Eden está localizado na zona Oeste e, por conseguinte, o Bombarral possui assim uma das maiores atracções da Europa…

IMG_1085

Não perca a sugestão e conheça o que de melhor existe na zona Oeste….

Fique em paz e descubra a tranquilidade

Aguardente DOC Lourinhã: uma referência a nível europeu e mundial

IMG_8323

Apesar de ser conhecida como a “Capital dos Dinossauros”, a Lourinhã também se destaca a nível europeu e mundial pela excelente qualidade da “Aguardente DOC Lourinhã”.

A Adega Cooperativa da Lourinhã (ACL), mais uma vez está de parabéns, porque acabou de estabelecer um acordo de ligação com o grupo de Empreendimentos Turísticos Montebelo – Casa da Insúa.

“Através desta união nasceu uma nova garrafa em cristal gravada a ouro (fotografia da garrafa em cima) com A “NOSSA” Aguardente DOC Lourinhã XO”, explicou João Pedro Catela, presidente da direcção da Adega Cooperativa da Lourinhã (ACL).

Nos últimos 30 anos, com o apoio científico da Estação Vitivinícola Nacional, sediada em Dois Portos, foi testada e confirmada a sua superior qualidade, a qual apenas encontra paralelo, a nível europeu nas aguardentes francesas das regiões do Cognac e do Armagnac.

O empenho de uns quantos e a elevada qualidade de um produto viu em 1992 o seu mérito reconhecido com a publicação do DL n-º 34/92 de 7 de março que estabelece a “Região Demarcada de Aguardente Vínica de Qualidade com Denominação de Origem Controlada ´Lourinhã`”, aquela que constitui a primeira e única Região Demarcada do País somente para a produção de Aguardentes.

A denominada Região Demarcada da Lourinhã celebrou recentemente 25 anos de existência. Para assinalar a efeméride “foi criada uma garrafa celebrativa da Aguardente Vínica Velha “DOC Lourinhã” XO que pode ser personalizada com o nome do proprietário. Também será entregue um Certificado comprovativo alusivo à aquisição da mesma”.

FOTO NOVA PARA INSERIR - DSC_6710

Segundo João Pedro Catela, “estas aguardentes obtêm-se a partir de vinhos elaborados com uvas brancas e tintas de castas recomendadas e autorizadas da Lourinhã, abrangendo também alguns concelhos contíguos”.

_DSC4378

As vinhas que se destinam à produção de vinhos dos quais resulta aguardente vínica de qualidade com direito à denominação “Lourinhã” estão instaladas em solos da zona da Lourinhã, Campelos (de Torres Vedras), Vale Côvo (do Bombarral), Atouguia da Baleia e Serra d´El-Rei (de Peniche) e Olho Marinho (de Óbidos).

O envelhecimento efetua-se na região, exclusivamente em barris de carvalho português e francês  com capacidade de 800 litros.

“As aguardentes ´DOC Lourinhã` não podem ser comercializadas antes de cumpridos 24 meses de envelhecimento”, realçou e terminou João Pedro Catela.

_DSC4389

Fotos: ACL e Márcia Liliana