Relaxe no Oeste através da Welltouch Care

Foto5

Sabia que … o stress é uma das maiores causas de desequilíbrios? É verdade! Para prevenir eventuais complicações previna-se.

A Welltouch Care, criada por Sandra Almeida, localizada no Oeste, mais propriamente no Casal Novo – na Lourinhã, é a solução perfeita para o ajudar.

Através de um leque extremamente vasto de massagens que existe à disposição poderá relaxar de uma forma magnífica.

IMG_1487

A Welltouch Care presta um serviço de qualidade profissional num ambiente acolhedor, sereno e calmo. Se pretende relaxar no Oeste aproveite as “mãos mágicas” da Sandra Almeida para descontrair.

A Welltouch Care promove a compreensão profunda das causas de desequilíbrios e oferece estratégias individualizadas para melhorar a saúde e o bem-estar.

IMG_1485

A Massoterapia é uma das mais antigas técnicas terapêuticas. A Massoterapia trás benefícios tais como melhoria da flexibilidade muscular e leveza no corpo. Ela cura o paciente num todo, seja a nível físico como emocional.

Os tratamentos específicos que a Welltouch Care realiza são Massagem Terapêutica, Massagem de Relaxamento, Massagem Dorn-Breuss, Massagem Geotermal, Massagem com Pindas Chinesas, Massagem de Escovas, Massagem com Mel, Massagem Facial, Drenagem Linfática Manual, Candle Massage, Massagem Detox, Massagem para Gestantes, Massagem Abdominal, On-Site Massage, Massagem Tailandesa, Massagem Sueca, Reflexologia Podal, Envolvimentos Corporais e Fangoterapia.

IMG_1486

As massagens terapêuticas mais apreciadas na Welltouch Care são as desportivas, terapêuticas, drenagem linfática, On-Site, Mel, Reflexologia Podal, Dorn Breuss e Sueca.

Através da ajuda da Welltouch Care é possível mergulhar o corpo numa experiência saudável de relaxamento, assistida por profissionalismo e dedicação.

IMG_1484

Conheça o Oeste e relaxe com a ajuda da Welltouch Care. A dica é dada pela Travel4West.

Arquipélago das Berlengas: a pérola do Oeste

IMG_1348

O bom tempo já chegou e estão reunidas todas as condições para passar um ou mais dias no Arquipélago das Berlengas. Junte a família e/ou os amigos e rume até esta ilha magnífica que está situada na zona Oeste, mais propriamente a cerca de 6 milhas do Cabo Carvoeiro em Peniche.

Para ir até à ilha basta apanhar um dos barcos que realizam viagens turísticas até às Berlengas. Existem várias opções: barcos mais rápidos, cuja adrenalina é fantástica e barcos maiores que dão mais segurança para aqueles que não gostam de grandes agitações marítimas.

Depois de entrar no barco, bastam cerca de 30 minutos (média) para chegar até ao Arquipélago das Berlengas que é composto por três pequenas ilhas: Berlenga grande, Estelas e Farilhões.

IMG_1350

A Ilha da Berlenga ou Berlenga Grande divide-se em duas partes, quase totalmente separadas por uma falha sísmica que a norte deu origem ao chamado Carreiro dos Cações e a sul ao Carreiro do Mosteiro. A parte maior da ilha, chama-se Berlenga e representa mais de 2/3 da superfície total da ilha; a parte menor chama-se Ilha Velha. Possui 78,8 hectares de superfície, aproximadamente 1,5 km de comprimento, 0,8 km de largura e uma altura máxima de 85 metros. Aqui encontra-se o Farol Duque  de Bragança, o Forte de São João Baptista das Berlengas, a Praia do Carreiro do Mosteiro, restaurantes e parque de campismo.

Durante a sua estadia poderá realizar pequenos passeios de barco à volta da ilha. Através dos mesmos terá oportunidade para apreciar e deliciar-se com as grutas, com a paisagem, com a natureza e com a fauna e flora, para além das diversas espécies raras existentes.

IMG_1347

Mas, caso prefira, poderá partir à descoberta e realizar passeios pedestres pela própria ilha. Percorrerá cantos e recantos magníficos ao ponto de descobrir a verdadeira pérola do Oeste.

Antes de descansar um pouco na pequena praia do Arquipélago das Berlengas poderá ainda tomar uma bela refeição no restaurante existente na ilha ou se preferir também valerá a pena realizar caça submarina ou mergulho para descobrir as fabulosas profundezas das Berlengas.

De dezembro a março, a Ilha da Berlenga, considerada Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO desde 30 de Junho de 2011, é apenas habitada pelos faroleiros e pelos vigilantes do ICNB.

IMG_1349

Aproveite para conhecer esta verdadeira pérola. A dica fica dada pela Travel4West!

Peniche: terra de pescadores

IMG_1140

A primavera já chegou e o verão está a aproximar-se a passos largos. Muitos são os portugueses e os estrangeiros que rumam até Peniche para descansar e desfrutar das enormes mais-valias que a cidade possui.

Muitas pessoas buscam boas praias, boa gastronomia, boas ondas e, acima de tudo, bom ambiente.

Nos últimos tempos, Peniche tem “andado nas bocas do mundo” pela qualidade das suas ondas para a prática de surf. Basta para isso dizer que nos últimos anos, a cidade tem acolhido uma das etapas do Campeonato Mundial de Surf (WSL), onde a elite do surf mundial tem apresentado o que melhor sabe fazer: surfar ao mais alto nível.

IMG_1136

No entanto, é de salientar e relembrar que Peniche é e sempre foi uma cidade de tradições sustentadas no mar e na pesca.

É conhecida como terra de pescadores. Diariamente, muitos são os barcos que deixam o porto de Peniche e rumam para a faina.

IMG_1142

Muitos são os pescadores que deixam as suas famílias e “entram” no mar para ir em busca de peixe que posteriormente é vendido um pouco por todo o país e estrangeiro. Eles são os verdadeiros mestres.

IMG_1139

Eles são os verdadeiros conquistadores. Eles são os verdadeiros heróis nos dias de tempestade. Eles arriscam a vida para fornecer o melhor pescado aos portugueses. Eles são os pescadores de Peniche.

IMG_1141

A Travel4West, de forma simples e singela, presta assim homenagem aos pescadores de Peniche, os homens que andam no mar mas que definem algumas das grandes características da própria terra.

Grandes heróis: muito obrigada!

IMG_1137

Hugo Vau surfou uma das maiores ondas de sempre na Nazaré

5-file-5

“A Praia do Norte, na Nazaré, é especial e, por isso mesmo, esteve e estará sempre no meu coração.” As palavras são de Hugo Vau, um entusiasta da natureza, viajante intrépido e surfista apaixonado.

Hugo Vau, atualmente com 40 anos de idade, iniciou a sua relação com a Praia do Norte em 2007, desafiando, então, algumas das maiores e mais assustadoras ondas do planeta.

Conquistou a presença em duas finais dos WSL- XXL Big Wave Awards na categoria de “Maior onda do Mundo”, com ondas gigantes surfadas na Nazaré, feito histórico no surf português.

Image-5.png - cópia

Travel4West (T4W) – Com que idade começou a sua paixão pelo surf?

Hugo Vau (HV) – A minha paixão começou, antes de mais, pelo mar e, só depois, mais tarde, é que descobri o surf. Em criança, quando estava de férias com os meus pais, adorava brincar no mar. Nunca me senti intimidado porque, desde muito cedo, que pratiquei natação e, por conseguinte, adorava estar na água. Recordo-me que, na altura existiam à venda nas praias pranchas de esferovite que faziam as delícias das crianças. Eu próprio também comecei a pedir uma aos meus pais para poder passar cada vez mais tempo no mar. Num determinado ano, especificamente no Natal, os meus pais ofereceram-me uma prancha de bodyboard em vez de uma prancha de surf. Na altura, as pranchas de surf eram extremamente caras e os meus pais optaram por me comprar uma de bodyboard. Mesmo sem barbatanas, eu entrava no mar com a prancha de bodyboard e fui extremamente feliz durante cerca de cinco anos. A água sempre fez parte da minha vida porque, durante muito tempo, fui nadador profissional.

3-file4-2

T4W – A Praia do Norte, na Nazaré, é um local especial para quem gosta de surfar ondas grandes?

HV – Sem dúvida! Em 2011, integrei a equipa que fazia parte projeto do North Canyon, que tinha como grande objetivo divulgar a Nazaré ao mundo. A Praia do Norte é especial e, por isso mesmo, esteve e estará sempre no meu coração. Trata-se de um local especial com ondas fabulosas. Nos últimos três anos, as proporções aumentaram cada vez mais e, hoje em dia, a Praia do Norte atrai surfistas de todo o país e de todo o mundo.

1-2017-11-09-PHOTO-00000035 - cópia

T4W – Quantos anos esteve à espera para apanhar a maior onda de sempre na Praia do Norte?

HV – O meu desejo de apanhar uma onda gigante já durava há cerca de 10 anos, mas a dedicação a 100% apenas começou há sete. Habitualmente, estava dois meses na Praia do Norte de forma permanente. No último inverno, graças ao apoio da Mercedes e da Prio, consegui estar cinco meses e, no final, os resultados surgiram. Resumidamente, foram 10 anos de paixão e sete de dedicação à Praia do Norte.

T4W Surfou uma onda provavelmente tão grande como a do tsunami que devastou Lisboa em 1755. É caso para dizer que o perigo foi grande e evidente?

HV – Surfar ondas gigantes é considerado um desporto de extremos porque caso ocorra um pequeno erro poderá surgiu uma grave consequência. Existe de facto perigo de vida, mas para evitar que algo aconteça é necessário treinar muito e bem.

7-file-9 - cópia

T4W – Sente-se perseguido por uma avalanche quando está a surfar uma onda gigante?

HV – A sensação é precisamente a de estar a fazer snowboard com uma avalanche atrás. No entanto, é necessário chamar a atenção para o facto de que o perigo existe tanto nas ondas grandes e como nas pequenas. É preciso ter especial atenção para a forma como a onda rebenta. Mesmo nesta perspetiva, a Praia do Norte é uma enorme surpresa porque apresenta desafios contantes e, por conseguinte, os surfistas não podem nem devem facilitar.

8Image-9

T4W – Quando se encontra no topo da onda sente medo ou adrenalina?

HV – Não permito que o medo “entre” no meu corpo. Estou onde quero e a fazer o que mais gosto. Portanto, sinto gratidão e disfruto o momento ao máximo. Sinto amor pelo surf e pelo mar.

6file-7 - cópia

T4W – O surfista, Garrett MacNamara, deixou a sua marca nas ondas gigantes. Também pretende deixar a sua?

HV – Apesar de surfar há muitos anos com o Garrett MacNamara, admito que gostava – como português – de poder deixar um legado para os atletas nacionais. O Alex Botelho, por exemplo, também já se encontra a realizar um trabalho magnífico a nível mundial nas ondas grandes. Neste momento, eu e o Alex estamos juntos e formamos uma equipa com selo 100% português.

file-9

 

2018 está a chegar: Feliz Ano Novo!

Arvore Travel4West

2017 está a terminar e chegou o momento de fazer o balanço do mesmo e traçar novos objetivos para 2018.

relógio

2017 foi o ano do nascimento da Travel4West, um projeto que foi pensado e desenvolvido tendo por base as mais-valias de uma zona extremamente enriquecida do ponto de vista gastronómico, histórico e natural.

As características dos 12 concelhos que compõem a zona Oeste são únicas e extremamente valiosas a nível nacional e internacional. É caso para dizer que a zona Oeste “anda nas bocas do mundo” em diversas áreas, como é o caso, por exemplo, do surf e do vinho.

A Travel4West nasceu em julho e desde então tem percorrido um caminho pautado pela divulgação, objetividade e persistência.

Divulgação porque o grande objetivo é dar a conhecer a zona Oeste de Portugal;

Objetividade porque é preciso ser concreto e evidente sobre a revelação das mais-valias existentes;

Persistência porque este é um projeto pensado com carinho a uma zona fantástica e que não pode nem de ser esquecida. É preciso “lutar” pela maior divulgação hoje e sempre.

A Travel4West está ao seu dispor através do site www.travel4west.com, do facebook www.facebook.com/Travel4West, do Instragram @travel4West e do Twitter @Travel4West.

Em apenas seis meses, o site da Travel4West já foi visitado por cerca de 6.000 internautas. Neste momento, a página de facebook da Travel4West conta com 1.400 seguidores. No Instagram, a Travel4West também está a crescer e conta já com centena e meia de seguidores. No Twitter, a Travel4West também já está ligada ao mundo.

Os números são interessantes, mas as novidades continuaram a existir: em outubro foi lançada uma linha de roupa sportswear da Travel4West. Quem vive no Oeste ou gosta de passar férias no Oeste pode vestir Travel4West…vale a pena sentir na pele o Oeste!

brinde

O ano de 2017 termina com uma excelente notícia: é oficial, a Travel4West, neste momento, já está registada como marca nacional.

Para 2018, fica a promessa de continuação do trabalho efetuado até ao momento e estão a ser preparadas grandes surpresas que iremos revelar dentro em breve.

O Oeste com a Travel4West faz parte do mundo.

A todos os seguidores da Travel4West, o nosso muito obrigada!

Feliz Ano Novo a todos!

Até 2018….

festa

 

Pai Natal veste Travel4West. E vocês?

IMG_9945

Travel4West lança marca de roupa

A Travel4West, para além de uma comunicação direta através do seu site (www.travel4west.com) e das suas redes sociais (facebook, instagram e twitter), deu, recentemente, mais um passo em frente. Criou uma linha de roupa prática e simples (dado que é assim que as pessoas do Oeste se sentem bem) composta por t-shirts, sweats (com e sem capuz) e pólos para quem é amante da zona Oeste.

IMG_9946

O slogan é simples: és do Oeste, veste Travel4West!

Para vestir Travel4West basta escolher o modelo, o tamanho, a cor preferida e entrar em contacto connosco.

Mas, atenção, se, eventualmente, pretender personalizar a sua camisola não se preocupe porque também o fazemos. Por exemplo, se for de Peniche, pode ter a sua camisola da Travel4West com o nome da sua cidade.

IMG_9949

Sinta na pele a sua terra através da Travel4West…

O tempo “pede” uma camisola quentinha e o Natal está a chegar.

IMG_9956

A Travel4West está à sua disposição para preparar o seu presente único. Para isso basta entrar em contacto connosco. Somos rápidos e eficazes a criar e produzir o seu presente com a marca Travel4West.

Travel4West: a marca do Oeste

A Travel4West é uma marca que foi criada a pensar na zona Oeste de Portugal e em todas as suas mais-valias.

Diariamente, através de simples posts, damos-lhe a conhecer o Património, a Natureza, a Cultura, a Gastronomia e o Desporto do Oeste de Portugal.

Quem nasceu ou vive na zona Oeste possui um carisma único, dada a grande proximidade e união existente entre os 12 municípios do Oeste (Alenquer, Peniche, Caldas da Rainha, Torres Vedras, Alcobaça, Nazaré, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Bombarral e Óbidos).

IMG_9937

Bom Natal com a Travel4West: a sua marca de eleição!

World Surf Toon (WST): surfistas caricaturados por Dear Edgar

IMG_9634

Dear Edgar é um surfista apaixonado que vive e trabalha em Viana do Castelo, norte de Portugal. É designer gráfico e tem alguns dos seus trabalhos publicados em jornais e revistas nacionais.

IMG_9639

Colabora com diversas entidades públicas e privadas. É também colaborador do Surf Clube de Viana sendo responsável pela sua identidade visual.

IMG_9631

Os desenhos das caricaturas dos surfistas profissionais começaram em 1999 tendo publicado na revista SurfPortugal.

Recentemente, com o aparecimento das redes sociais, retomou o projeto para publicar os desenhos numa conta da rede social Instagram.

O feedback dos surfistas foi bastante motivador e inspirou-o na criação da “World Surf Toon”, repositório de caricaturas com os profissionais da WSL.

IMG_9628

Há cerca de três anos, através de um convite do ex-presidente da Câmara Municipal de Peniche, António José Correia, surgiu a oportunidade de iniciar uma parceria com a Capital da Onda promovendo este ano a sua primeira exposição dedicada exclusivamente ao surf.

IMG_9617

Estas caricaturas nascem acima de tudo de rascunhos que faz no seu diário gráfico e que são finalizadas “à posteriori” com recurso ao digital.

IMG_9644

 

A colecção que Dear Edgar apresenta no Hotel Soleil Peniche, até ao dia 5 de novembro, é o resultado de, aproximadamente, três anos de trabalho.

IMG_9645

Brevemente será também publicado um livro com estas caricaturas.

O seu verdadeiro nome é Edgar Afonso e é licenciado em Design de Comunicação. Também é Mestre em Design Gráfico e Projetos Editoriais.

IMG_9646